Lavras, 27 de agosto de 2015.

Prezado cursista do Administração Pública

Lamentamos informar que, devido a um corte nas bolsas de pagamento para tutores, professores e equipe multidisciplinar, fomos forçados a suspender, temporariamente, as disciplinas e demais atividades letivas do curso de Administração Pública na modalidade a distância cujo início estava previsto para o dia 26 de agosto.

A suspensão, cujos motivos esclarecemos a seguir, se limita à abertura de novas disciplinas/módulos.

Temos convivido com atrasos no repasse dos recursos financeiros para custeio e com restrições orçamentárias, mas mantivemos a oferta até o momento apesar de reconhecermos que a diminuição do nosso orçamento tem causado impacto negativo no atendimento às necessidades dos estudantes.

Em fevereiro deste ano tivemos que adiar o início das atividades letivas porque a CAPES não realizou repasses de custeio. Iniciamos o primeiro semestre letivo em maio, ainda sem recursos liberados, somente porque a UFLA conseguiu alocar custeio de outras fontes e manteve seu compromisso com a oferta das turmas iniciadas. Foi um grande sacrifício, porém conseguimos concluir o semestre.

Agora, mesmo com os esforços da UFLA para manter o custeio, a situação agravou-se ainda mais. No dia 21/08/2015 fomos informados sobre uma forte restrição no pagamento das bolsas que nos permitem manter o trabalho de professores, tutores, orientadores de TCC, orientadores de estágio, técnicos de apoio pedagógico e de Tecnologia da Informação (equipe multidisciplinar), dentre outros. Essas bolsas são pagas diretamente pela CAPES a profissionais que atuam nos cursos e cabe à UFLA cuidar apenas dos aspectos administrativos de seleção, capacitação e inclusão dos dados para pagamento no sistema daquela agência de fomento.

Estamos buscando alternativas e negociando formas para superar as restrições decorrentes dos cortes, mas enquanto não conseguimos reorganizar as equipes dos cursos não é prudente dar início às disciplinas. Sabemos que o atraso provocado por esse adiamento traz grande prejuízo aos estudantes. Porém é muito importante que todos compreendam que esta situação não foi gerada pela UFLA e que trabalhamos para poder retomar as atividades letivas o mais rápido possível.

Na oportunidade informamos que o Fórum que congrega todos os Coordenadores da UAB iniciou nesta segunda-feira, 24, uma campanha em favor da manutenção do orçamento federal para a educação a distância e também para reverter o quadro de inviabilidade em que se encontra a UAB. O movimento que acontece em todo o país, tem o objetivo de informar as pessoas sobre o problema e conseguir assinaturas para uma petição pública em favor da Universidade Aberta do Brasil. Nós coordenadores dos cursos, da UAB e do CEAD apoiamos este movimento.

Atenciosamente,

Cleber Carvalho de Castro (coordenador UAB na UFLA)
HELOÍSA ROSA CARVALHO (coordenadora do curso de Administração Pública)
Ronei Ximenes Martins (coordenador-adjunto UAB na UFLA)

Manifesto UAB

Bem-vindo ao AVA de Administração Pública

Secretaria